17 de dez de 2014

Paixão a primeira vista! quer dizer a segunda...

Bolsas são sempre uma paixão na vida de uma mulher, pelo menos na minha é! bolsas e chapéus sempre foram minha derrota consumista era so bater os olhos e pronto a magia acontecia, mas não podia ser uma bolsa qualquer meus olhinhos tinham que brilhar, ai desenvolvi uma técnica para não sair comprando um monte delas por ai, esperava meu coração bater mais forte e deixava passar uns dias se eu continuasse pensando naquele objeto de desejo é porque era para ser meu, por varias vezes aconteceram algumas coincidências  de por exemplo eu ganhar o objeto de presente sem eu se quer comentar com alguém, claro que com isso adquiri varias bolsas e claro vários chapéus, mas também passei anos sem comprar nada, porque também não me interessava por nada, até... Mas alguns modelitos me tiraram o chão, mas vamos combinar que elas são um arraso e ja conhecidas que na verdade são releituras de bolsas que já  fizeram sucesso mas agora voltam com cores mais doces,  na Inglaterra a febre atual são as Cambridge College que eu particularmente amei (e ja providenciei a minha claro!) uma releitura deliciosamente linda das pastas escolares, lembram?





Outra paixão a primeira vista mas que também não é novidade são as bolsas de PVC , eu mesma ja tive uma nos anos de 1990, ( sem querer confessar a idade :*) elas agora estão um arraso total e a marca Italiana *Furla promete mais uma vez ser a sensação do verão, depois de causar em 2013, claro que elas chegam aqui no Brasil bem mais salgada, por isso outras marcas dessalgaram o modelo e deram versões mais doces e transparentes as cores fortes da original e claro também já providenciei a minha



Outra delicia que também ja velha conhecida nossa são as bolsas Envelope e Carteiro





 E por mais que sigamos as tendencias, temos que nos mover simplesmente pela paixão as clássicas releituras, claro que elas vem e vão como minha bolsa de plastico de 1900 e bolinha, mas é sempre bom um Revival.
Um xero!!!


15 de dez de 2014

Extra, extra, extra!!!

Ficaram sabendo da noticia?! A Chapeleira Maluca está com descontos de até 60% na lojinha do blog...

1 de out de 2014

Glamurosas atrizes e seus belissimos chapéus

Sofhia Loren



Audrey Hepburn



Greta Garbo



Rita hayworth



Ann Miller



Ava Gardner




Grace Kelly 


 Marlene Dietrich 


Mês de aniversário...


20 de ago de 2014

Top 10 dos melhores chapeleiros do mundo

Para algo bem moderno, Philip Treacy é de longe o meu número favorito. Eu amo seu uso gráfico de cores e linhas arrojadas, bem como seu senso inato de drama. Philip nasceu na Irlanda e começou a costurar quando tinha apenas cinco anos quando ele decidiu fazer chapéus para as bonecas de sua irmã. Mais tarde, frequentou a London College of Fashion, em Londres e depois de se formar, ele foi para Paris para trabalhar para Karl Lagerfeld na Chanel para os próximos dez anos. Philip está agora abastecido em todo o mundo.Confira o site para sua loja mais próxima. Definitivamente um para os favoritos! Quem precisa de roupa quando você pode usar um chapéu como este? Você pode imaginar se ele desenhou sapatos também?AMD.
Para algo um estranho e divertido - Piers Atkinson é a minha primeira escolha. Estes fascinators são perfeitos para um casamento do verão com um humor pouco e jovialidade. Piers não é apenas um Modista, mas também um organizador de editor, ilustrador, figurinista e evento! Ele projetou para Cate Blanchett e Lily Allen. Estes fascinators são um tanto subestimado em comparação com um monte de suas outras peças, por isso certifique-se de conferir bicho de pelúcia coleção inspirada da temporada passada em seu site - como legal são ?!
3. Noel Stewart 
http://www.noelstewart.com/
Eu amo o site do Noel e eu amo seus chapéus. Eu amo seus modelos eo estilo para todos os seus rebentos. Eu quero ser aquelas meninas! Foi muito difícil escolher uma imagem para este post no site do Noel como ele tem três coleções diferentes para este / temporada Primavera-Verão. Eu simplesmente não consigo superar a loucura batom que está acontecendo aqui. Noel criou chapéus para alguns dos ícones de moda mais influentes do mundo e estrelas como Lady Gaga, Beth Ditto e tem sido destaque em revistas como Elle US, Vogue italiana e muito mais. Definitivamente mais sobre ele chegando em breve.
4. William Chambers 
http://www.williamchambers.co.uk/
Peças William Chambers são perfeitas para um casamento mais casual - eles não são de forma menos dramáticas e belas, mas eu realmente gosto da maneira como seu uso da paleta e materiais fazem tudo se sentir um pouco mais sutil e suave. Eu também adoro o batom vermelho em seu modelo. William estudou na Universidade Heriot-Watt, na Escócia, e mais tarde na Universidade Metropolitana, onde seus projetos foram mostradas na Semana de Moda de Glasgow. Ele providenciou para uma variedade de estrelas e ícones da moda, um dos de quem é ícone de moda e estrela pop Roisin Murphy, que usava no de suas peças em inúmeras peças durante a sua turnê mais recente.
5. Rachel Trevor Morgan http://www.racheltrevormorgan.com/
Fascinators de Rachel Trevor Morgan lembrar-me do que pode ser usado nos dias de hoje Pretty Woman - você sabe quando Julia Roberts está usando esse vestido marrom e branco incrível de bolinhas no jogo de pólo? Eu acho que se o filme foram filmadas hoje, ela seria totalmente ser ostentando um destes caras.Muito elegante e muito chique. Rachel trabalha com uma variedade de designers, incluindo Bruce Oldfield e projetou chapéus para a própria rainha. Sua loja fica em St. James, em Londres.
Eu adoro esta parte pelo Gina Foster. Eu acho que há um muito bom contraste entre a solidez deste disco branco ea sensação muito whispy e arejado das peças que saem dela. Gina trabalhou sob os gostos de Noel Stuart e Stephen Jones durante a qual ela ajudou a peças de design para Showgirl Tour Kylie Minogue antes ramificando-se para iniciar a sua própria linha. Sua loja é em Kensington, Londres.
Ok, então Reny está sediada em Perth, que é um pouco longe para a maioria dos leitores baseada no Reino Unido e talvez o preto não é o mais adequado para um casamento, mas eu adoro estes. Reny estudou no College of Fashion aqui no Reino Unido Londres antes de retornar para Perth para criar seu próprio selo.Sua coleção é linda.
8 Lock & Co Hatters http://www.lockhatters.co.uk/
James Lock & Co está localizado em St. James Street, em Londres. Fundada em 1676 para oferecer para a corte real, os chapeleiros aqui agora fornecer para as pessoas de todo o mundo. O site não só oferece peças elegantes e bonitas para um evento especial, mas também uma breve história da tomada de chapéu, bem como casuais chapéus para homens e mulheres.
Yvette Jelfs foi o comentarista no Royal Ascot por dez anos, oferecendo opiniões sobre moda e estilo. Antes disso, ela trabalhou com Graham Smith, projetando peças para a princesa Diana, a duquesa de York, a Duquesa de Kent e muitas outras celebridades. Ela agora oferece cursos de chapelaria, bem como tem uma loja em Edimburgo.
10. Nigel Rayment http://www.nigelrayment.co.uk/
Nigel também participou da Faculdade de Moda de Londres antes de entrar para uma empresa onde ele finalmente acabou comprando a seus parceiros. A empresa agora é chamado Nigel Rayment. Os projetos foram usados ​​por gurus da moda e ícones em todos os cinco continentes e pode ser encontrado em várias lojas ao redor do mundo.
Um xero!!!

23 de jul de 2014

Cabeça Charmosa


O chapéu ganha uso mais democrático em qualquer estação. Entre os materiais, predominam palha, feltro e texturas leves
Renata dos Santos25 de fevereiro de 2011 (sexta-feira)
Valéria Lopes
Peça indispensável no vestuário de séculos passados, tanto para homens quanto para mulheres, o chapéu passou por transformações e durante um bom tempo chegou a ser usado restritamente apenas em regiões mais frias. Mas o século 21 trouxe de volta a paixão pelos chapéus, que a cada década ganham mais adeptos. Independentemente de estações ? no verão ele aplaca o sol e o calor e no inverno é recurso para aquecer ?, esse acessório invade as passarelas, as vitrines e as ruas.
Iniciada neste verão, com lançamentos como o floppy hat (aba longa) renovados por vedetes como o feltro e a palha colorida, a nova onda do chapéu continuará na estação do frio com peças de roupagem mais invernal. Nas passarelas da última São Paulo Fashion Week e no Fashion Rio, os estilistas abusaram de chapéus ? o feltro ainda reina ? em tons dominados por preto, marrom e, como hit, o camelo.
A predominância de clima de verão durante quase todo o ano torna os caminhos para o uso do chapéu ainda mais democráticos. Os lançamentos do tradicional chapéu Panamá em cores fora das convencionais devem conquistar homens e mulheres, juntamente com boinas, gorros e turbantes elaborados com texturas, tons e formas tomadas por leveza e design. O modismo deve encorajar pessoas que até o momento apenas se arriscaram a usar o acessório no exterior, em metrópoles como Londres ? um dos berços da chapelaria mundial ?, em outros centros urbanos irradiadores de tendências, em cidades brasileiras de clima mais ameno ou onde é possível circular anonimamente.
Em Goiânia, os chapéus são mais usados em bares e baladas moderninhas. E a cidade já conta com chapeleiros artesanais, profissionais raros no País  estima-se que existam pouco existem poucos artesãos na arte de confeccionar chapéus. A estilista Rucélia Ximenes é uma veterana nessa prática, seja como usuária seja como artesã. Sempre com um chapéu na cabeça, ela recicla produtos que compra em várias partes do mundo acrescentando fitas, flores e uma infinidade de acabamentos. O chapéu é sua marca registrada.
Outra goiana, a chapeleira Carla Carvalho produz chapéus há 16 anos. Formada em dança, ela sempre usou o acessório e começou a produzir peças para figurinos de espetáculos. Algumas criações eram vendidas para Brasília. Depois passou oito anos no Nordeste, de onde enviava suas criações para países da Europa. Há um ano, quando veio a passeio para Goiânia, encontrou um mercado mais receptível ao uso do acessório. Hoje, ela é uma das designers do showroom Casulo. Dedica-se exclusivamente a produzir chapéus artesanalmente e sozinha. Continua exportando suas criações, mas comemora o modismo que é também influenciado pela televisão. "O chapéu nunca saiu de moda, ele foi se adequando às épocas, às localidades, às estações e aos estilos das pessoas. O mercado hoje em Goiânia está delicioso para o uso do chapéu, as pessoas estão mais abertas e descoladas", afirma a designer.
Uso com bom senso
Atualmente, o chapéu conquistou lugar cativo em produções mais dramáticas, normalmente em dias mais frios nos quais ele também assume o papel de aquecer. Na hora de enfeitar a cabeça com um modelo, mais que personalidade e dose de coragem são necessários. Da mesma forma que o uso de um lenço envolto no pescoço rima com formalidade, o chapéu usado de modo inadequado pode gerar desconforto para quem usa e, também, para quem olha. Um cuidado para evitar looks caricatos, por exemplo, é uma avaliação prévia do tamanho do modelo e da cor, em relação às medidas do rosto e do corpo e ao tom de pele.
Modelos minúsculos ou de efeito apertado (seja tipo chanel de tecido, boinas, toucas esportivas e gorros) não são aconselhados a corpos mais avantajados e rostos grandes. Chapéus com linhas arredondadas combinam mais com rostos geométricos. Os modelos mais geométricos ficam bem em rostos cheios. Diante do espelho também é possível notar quando um rosto pequeno some debaixo de um chapéu enorme ou chamativo demais.
Em geral, quando as cores e os tecidos do chapéu contrastam com a roupa, a peça funciona como um ponto focal que a diferencia dos outros elementos do traje e assume poder até de promover o alongamento da silhueta. Para acertar, o ideal é enveredar-se pela casualidade, pois simplicidade é melhor do que apostas em chapéus cheios de glamour, daqueles eternizados no cinema. Vida real exige bom senso.
Se o cabelo estiver solto, principalmente se for longo, o melhor mesmo é usar chapéu sem abas ? a boina é uma boa opção. A escolha por modelos com abas largas demais é acertada se as madeixas estiverem presas e, principalmente, no caso de cabelo curto e na altura dos ombros. Chapéus de tons neutros e de cores que se aproximam do tom natural dos fios são uma boa pedida para quem deseja inaugurar o armário com um modelo.

Outra dica é lembrar que numa produção o chapéu não pode ser conjugado com brincões, colares e outros badulaques. Para quem ainda tem dúvidas quanto à melhor escolha, a designer Carla Carvalho dá a dica. "O chapéu é uma peça muito pessoal. É o chapéu quem escolhe o usuário, pelo formato da cabeça e do rosto. Cada pessoa tem um modelo próprio de chapéu."

16 de jun de 2014

Dez tendências para o verão 2015

Enquanto as temperaturas mal começaram a cair e muitos brasileiros sequer tiveram tempo de tirar os casacos do armário, a turma fashion já aponta o que vai fazer a sua cabeça no próximo verão. Na última edição dos desfiles Primavera/Verão 2015 tudo aquilo que vai conquistar as vitrines e os closets na temporada quente. De olho nas criações das dezessete grifes que cruzaram as passarelas, os principais candidatos a queridinhos da estação. Confira os looks, eleja suas tendências favoritas e acenda o alerta para as peças que você pode adquirir desde já e que vão fazer bonito quando o verão chegar. 

1 – AMARELO E LARANJA

A energia vibrante das cores que têm a cara do verão ganhou espaço nas coleções de várias grifes da semana de moda carioca. Cantão, Salinas e TNG, por exemplo, apostaram nos tons quentes. 

Cantão, Salinas, TNG




2 – AZUL CELESTE
Ou azul bebê, como você preferir. O tom pastel, discreto e elegante, pintou em várias peças de marcas como Maria Filó, TNG e Victor Dzenk. Vai pegar. 

Maria Filó, TNG, Victor Dzenk




3 - ESTAMPAS BICOLORES
Belas estampas, com a predominância de duas cores. A tendência surgiu na moda praia da Salinas, na Espaço Fashion e na Osklen Praia. 

Espaço Fashion, Salinas, Osklen Praia



4 – TECIDOS FLUIDOS
Para conferir às peças a leveza exigida pelas altas temperaturas do verão carioca, nada melhor do que tecidos fluidos. Cortes amplos valorizam o caimento das peças. 

Alessa, Cantão, Victor Dzenk



5 – LISTRAS
Clássicas e atemporais, elas ganham roupagem colorida no verão 2015. Espaço Fashion, Patricia Viera e Maria Filó investiram na tendência. 


Espaço Fashion, Patricia Viera, Maria Filó



6 – PANTALONAS

Formas amplas seguem em alta com a aposta em pantalonas feita por grifes como Ausländer, Oh, Boy e Osklen Praia. 

Ausländer, Oh Boy, Osklen Praia



7 – SAIAS MÉDIAS
Nem curtinhas, nem longas. As saias médias estarão com tudo na próxima temporada de calor. O resultado é um visual fresco e elegante, com um pé no retrô.

Lenny Niemeyer, Oh, Boy, Patricia Viera



8 – ÓCULOS ARREDONDADOS
Oclinhos redondos conferem charme e modernidade ao visual. Pode investir neles sem medo –a peça, aliás, já foi adotada por muitos fashionistas que circularam pela Marina da Glória.



Salinas, Osklen



9 – TECIDOS NATURAIS
Um toque rústico apareceu nos desfiles de Lenny Niemeyer e Cantão. A aposta em tecidos naturais como o linho deixou os looks leves e ao mesmo tempo sofisticados.

Lenny Niemeyer, Cantão



10 – MAXIBRINCO

Os maxibrincos apareceram em vários desfiles, com um detalhe: o ornamento é usado em apenas uma orelha, criando um resultado assimétrico e interessante. 

Salinas, Cantão
Espero que gostem.Um xero!!!

9 de jun de 2014

Paixão que não acaba mais...



 
  Elas são assim cheias de charme, da época das nossas bisavós ate mais, uma mais linda que a outra, feliz aquele que ainda tem uma em casa, herdadas, esquecidas, algumas em ótimo estado outras caindo aos pedaços,umas ainda em uso, outras viraram objeto de decoração, um aparador ou mesinha de canto, tem sua base toda trabalhada que ninguém pode pensar em dispensar, mas boa mesmo são aquelas que estão na ativa a todo vapor, quem tem não troca, vão vende, não empresta, pois sabem o valor que tem, costura firme e bem feita que vai da mais fina seda ao mais grosso jeans, de marcas variadas as mais clássicas com seu designer inconfundível Singer, Mallory, Vigorelli, Elgin...
Trabalhar com elas é simplesmente um ato de amor!!


modelo manual decada de 40 







e essa linda colorida do fim da desada de 50


costureira nos anos 30



detalhes inconfundíveis 




as tradicionais de sapateiro  




essa manual é minha tem 200 anos presente de uma amiga 




brinquedo de criança de um tempo em criança brincava de verdade

olha os pés todo trabalhado




as que não tem base ficam nas caixinhas

  
olha a minha ai uma Singer de mais de 80 anos costura super bem não troco por nada nesse mundo!!


mãozinha da chapeleira no detalhe trabalhando muito

olha eu ai e minha paixão!!!

Um xero e bora costurar!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...