30 de mar de 2011

Maquiagem Rock Glam - sombra e batom colorido.

O estilo Rock Glam estará de volta no nosso inverno 2011, marcado pela irreverência, os seguidores do movimento ficaram conhecidos pelo uso do preto, acessórios bem pesados, peças de roupas rasgadas e bem soltas. O estilo surgiu por volta dos anos 70 com o cantor David Bowie e foi marcado pela androginia, psicodelia, cores vivas, cintilantes e muito glitter. Pode-se dizer que o Rock Glam é uma mistura de elementos pesados do rock com o brilho e colorido do movimento glam. E são todas essas características que estarão em alta nas makes da próxima estação, para quem quer estar por dentro dessa tendência de inverno. O primeiro passo para uma maquiagem bem feita é o cuidado com a pele, por isso comece corrigindo as imperfeições da face – use corretivo, base e finalize com o pó . E não esqueça a beleza começa por dentro. Um Xero!!!

27 de mar de 2011

O mestre Stephen Jones

Essa semana vou mostrar um pouco de um mestre ingles na arte da chapelaria, ja que esse ano ele comemora os 30 anos de sua maison, não se preocupem depois continuo a falar dos mestres brasileiros. Senhoras e senhores Stephen Jones... O chapeleiro de luxo Stephen Jones comemora o trigésimo aniversário de sua “maison” (ele tem este status de fato) com um livro e com uma exposição na Antuérpia até 13 de fevereiro de 2011. Jones é o responsável pelo que de mais lindo aparece sobre as cabeças humanas, incluindo os desfiles de John Galliano e os mais históricos de Alexander McQueen, passando pela lendária stylist Isabela Blow e a lendária editora italiana Anna Piaggi (a vovó mais fofa da moda hoje). Jones lançou recentemente seu próprio perfume, parceria com a Comme des Garçons, para quem ele também já desenhou chapéus. O Brasil faz parte, de certa forma, da exposição: a pedido do próprio Jones, a foto da glamourosa Dita Von Teese da revista Plastic Dreams 3, da Melissa, também está no livro e na mostra Seu trabalho apareceu durante a década de 1970. Aos poucos, suas criações conquistaram a realeza britânica e, logo, ele tinha a princesa Diana entre suas clientes mais especiais. Atualmente, a cartela de clientes conta com nomes como Marilyn Manson, Pink, Gwen Stefani, Beyoncé Knowles. Suas peças viraram até obra de museu. Algumas peças do chapeleiro estão expostas em lugares como Victoria & Albert Museum (Londres), Louvre (Paris), The Fashion Institute of Technology e o Brooklyn Museum (ambos de New York), Kyoto Costume Institute e o Australian National Gallery (Austrália). Mas as conquistas de Jones não param.


25 de mar de 2011

Como usar a moda na cabeça: Chapéus




O chapéu tem tanto senso de humor quanto de formalidade. Pode vestir sublime ou, no descuido, parecer Mas você sabe como usá-los? Primeiro de tudo, com muita segurança e personalidade. Tenha certeza que ele está magnífico em você. Mulheres famosas usam chapéus sem parecerem ridículas.
caricato. Em primeiro lugar, avalie o tamanho do rosto e do corpo. Isso é fundamental. Rostos graúdos e corpo pesado não combinam com chapeuzinhos pequenos, gorros e boinas apertados. Caras miúdas somem se o acessório é muito vistoso. Para um perfeito equilíbrio, bom senso e a prova em frente do espelho são a melhor receita para o chapéu ideal. Não tente combinar o chapéu com a roupa. Vai parecer figurino da Rainha da Inglaterra. Eles funcionam melhor como ponto de contraste nas cores ou texturas com o que se veste. Para uma ocasião elegante é importante provar a roupa com o chapéu para sentir o efeito total. Contraste também com o formato de rosto: formas arredondadas suavizam traços angulosos e os modelos geométricos favorecem o rosto redondo. Esqueça os chapéus glamourosos de Joan Collins em "Dinasty". Os anos dourados acabaram. Quanto mais casual o chapéu, melhor o efeito. Nada que pareça ter levado uma hora na frente do espelho, mesmo que este tempo tenha sido gasto. Simplicidade é tudo. A melhor cor vai depender de cada pessoa. Para quem não quer o chapéu como destaque, a cor próxima do tom do cabelo, chama menos atenção e combina com todas as roupas. Os neutros também garantem menos notoriedade. Chapéus com abas ficam melhor em cabelos curtos, médios ou presos. Modelagens sem aba ou com aba curta como as boinas, caps e cloches podem ser usados com cabelos longos e soltos
Por que teria que ser diferente com você? Use o chapéu em casa primeiro, para se habituar a ele. Experimente incliná-lo um pouco, prenda um broche ou uma flor de seda, costure um veuzinho, use de trás para frente, de cabeça para baixo... Experimente! Descubra como ele fica com a sua cara. Se seu rosto é alongado, use boinas. Puxe-as na lateral, para aumentar o volume. Rostos quadrados pedem véus ou plumas para suavizar os traços e dar um toque extra na feminilidade. Se o seu rosto é redondo, assuma um ar ingênuo com um chapéu assimétrico. Óculos, só com as abas viradas para cima. O resto, é brincadeira.
 Um xero!!!!






24 de mar de 2011

Gente a Coleção está linda, bem pensada, quer dizer imperdivel!!!!!!
Confira as fotos em Casulo Moda Coletiva

21 de mar de 2011

Essa semana trabalho da chapeleira Silvia Lucchi

Capazes de deixar qualquer look mais interessante e sofisticado, os chapéus são uma verdadeira ousadia nos dias de hoje. Usados por descolados, modernos e clássicos, os modelos variam de textura e formato, sem nunca perder a classe e a originalidade. Um dos grandes ícones da chapelaria no Brasil é a designer Silvia Lucchi, preferida de fashionistas desde os anos 80. Suas grandes referências são os chapeleiros Philip Treacy e Stephen Jones, e qualquer retalho de tecido pode servir de inspiração para suas peças. A paixão pelo experimental, pelo ousado e pela mistura de texturas, fizeram com que Silvia se enveredasse pelo caminho da criação de chapéus. Depois de estudar moda na academia Domum de Florença com renomado estilista italiano Gianfranco Ferré, e cursar figurino e cenografia teatral em Firenze, a brasileira voltou ao Brasil para trabalhar com marcas como Zoomp e Fiorucci, fazendo um sucesso estrondoso nos anos 80 com seus modelos sofisticados e originais. Sua principal inspiração vem do próprio material. Ao olhar as tramas nos tecidos e palhas, e imaginar combinações, Silvia imagina os modelos ganhando forma e produz muitas peças pilotos. Ela já criou mais de 600 modelos, que divide em famílias, e já vendeu suas criações para lojas como a Barney's, em Nova York e a Printemps, em Paris, além de clientes na Bélgica, na Itália e no Japão. Para que o trabalho saia exatamente como imaginou, ela trabalha junto com as costureiras na criação de diversos pilotos, até chegar na peça perfeita. Entre seus trabalhos marcantes, está a participação no concurso 'Look of the year', organizado por Paulo Borges, quando Silvia criou chapéus em escala teatral, que roubaram a cena. Essas peças gigantes, assim como 200 peças piloto produzidas pela designer, fazem parte da exposição "Na Cabeça", que entra em suas semanas finais de homenagem ao trabalho da brasileira. Verdadeiras peças artísticas para looks elegantes e de personalidade!
Exposição "Na Cabeça" Local: A CASA museu do objeto brasileiro Rua Cunha Gago, 807 - Pinheiros - São Paulo Local: A CASA museu do objeto brasileiro Rua Cunha Gago, 807 - Pinheiros - São Paulo Tel. (11) 3814-9711 begin_of_the_skype_highlighting (11) 3814-9711 end_of_the_skype_highlighting Horário: segunda a sexta - 10h às 19h

17 de mar de 2011

As Eco Bags foram produzidas pelas marcas do Casulo, a partir de materiais de reaproveitamento super eco super lindas!!!!!

15 de mar de 2011

Seguindo com os grandes Chapeleiros do Brasil apresento "Denis Linhares"

Denis Linhares
Estilista, durante anos vem trabalhando como Chapeleiro, dedicando-se também, a figurino de uma forma geral. Consultor de estilo, ministra o primeiro curso de chapelaria, na Faculdade Veiga de Almeida / Instituto Zuzu Angel, trabalha junto a TVs Globo, Bandeirantes, Record na área de tele dramaturgia, passou pela extinta TV Manchete, casa de criadores (com sua coleção), São Paulo Fashion Week, (Zoomp, Athria Gomes e Oestudio), Fashion Rio (Casa de Noca, Oestudio, Philipe Martin, Cláudia Simões, Mara Mac Mariazinha, Redley, Sta. Efigênia, Chiaro, Nina Beker e outros), Grande Prêmio Brasil e Grande Prêmio de Paris. Está no livro "À Moda do Rio" de Iesa Rodrigues e Paula Acioli (Editora SENAC). Montou a exposição na estação de Metro Cardeal Arcoverde, tendo como temática o carnaval, participou da exposição “A moda e a violência Urbana”, organizado pela Universidade Veiga de Almeida, expôs no Shopping da Gávea sua coleção em homenagem ao Grande Prêmio Brasil de Turff, idealizou e criou a exposição “O chapéu e a moda do século XX” vista no Shopping da Gávea, Shopping Cidade Copacabana e Espaço Cultural Carlito Ferre. A convite do SEBRAE, o Ministério de Desenvolvimento Agrário e a UNISOL Brasil, desenvolveu junto a comunidade de Saubara, cidade que fica no recôncavo baiano uma coleção de arranjos e grinaldas utilizando a renda de bilro que é o artesanato local, exposta no Jóia Brasil (Fashion Rio 2008) e no JW Marriot Hotel (Copacabana). Seus chapéus são construídos de maneira artesanal da forma mais tradicional possível, costuradas à mão, pespontadas peça por peça, desenhados e criados com exclusividade em fôrma de madeira, daqueles que têm a assinatura do artesão. Enfim, Denis Linhares é um chapeleiro que atua em várias situações e eventos, como o Grande Prêmio Brasil de turfe, passando por casamentos, bailes, peças de teatro, cinema, musicais, óperas, grandes eventos de moda, etc. Denis Linhares Chapéus, Grinaldas & Acessórios. Endereço: Rua Siqueira Campos 143 sblj 101 Copacabana, Rio de Janeiro RJ, Brasil CEP 22031-070 Telefone: 21 22358132 21 98685816 21 98684068 www.denislinhares.com.br e-mail: denislinhares@denislinhares.com.br
Festa imperdível no Metrópolis, estou convocando todos os amigos!!!! Fotos em Casulo Moda Coletiva

10 de mar de 2011

Precisa dizer alguma coisa mais um evento de qualidade Casulo Moda Coletiva Confiram as fotos em Casulo Moda Coletiva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...